17/01/2019

Seminário Administrativo é realizado no Coren-PI e qualificação de conselheiros e funcionários é objetivo do encontro

Com o objetivo de qualificar conselheiros, funcionários, comissionados e estagiários,

Com o objetivo de qualificar conselheiros, funcionários, comissionados e estagiários, buscando um melhor atendimento tanto aos inscritos, quanto à sociedade em geral, o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) realizou, nos dias 14, 15 e 16 de janeiro, na sede do órgão, um seminário administrativo.

Fechado durante os três dias de encontro, o seminário reuniu representantes da sede do Coren-PI, em Teresina – PI, bem como representantes dos escritórios e das subseções do Conselho, localizadas no interior do estado.

Com palestras sobre Processos Administrativos (PAD); Planejamento Estratégico, Matriz de Intervenção e Plano de Ação; Comunicação Efetiva no Ambiente de Trabalho; Fiscalização de Contratos, entre outros temas, conselheiros e funcionários puderam conhecer a teoria dos assuntos abordados com a finalidade de atuarem com mais conhecimento nas questões administrativas do Conselho, a fim também de construírem o Plano Plurianual do Coren-PI para o biênio 2019/2021.  

Oficinas foram realizadas, permitindo aos participantes executar na prática o que foi discutido na teoria e orientando-os sobre como definir um planejamento, como preencher uma matriz de planejamento e como criar um plano de ação. Ministradas pelas conselheiras do Coren-PI e pela presidente do Conselho, Tatiana Maria Melo Guimarães, os participantes foram divididos por setores, onde cada setor produziu seu plano de ação com base no que foi discutido. Ao final das oficinas, cada setor pôde apresentar os resultados obtidos.

Tatiana Guimarães destacou que o fechamento do Coren-PI para a realização do seminário administrativo é de suma importância para o órgão. “Nós paramos nossos serviços todos os anos em virtude desse seminário e durante esses três dias, vamos discutir como trabalharemos daqui pra frente. Mais importante do que nunca, trabalharemos agora em cima de planos de ação e planejamento. Esse seminário que realizamos todos os anos, é um momento que temos para agregar todos e para trazer também as dúvidas que serão sanadas em busca de um trabalho melhor e eficaz”, disse Tatiana.

Marcelo Persegona foi um dos palestrantes do seminário. Além de planejamento, ele falou também sobre Processos Administrativos (PAD). Segundo Marcelo, a parte de planejamento dentro do sistema Cofen/Conselhos Regionais é uma obrigação legal, definida através do decreto nº 200/1967, que impõe a obrigatoriedade do planejamento. “O Tribunal de contas da União (TCU) já vem há um bom tempo cobrando essa questão do planejamento. Eles colocam que para você poder fazer uma aquisição ou uma contratação, ela deve estar previamente planejada e a importância de fazer isso está no fato de nós termos um plano de trabalho de gestão. A gestão no nosso sistema dura três anos e nós temos que saber exatamente o que fazer nesses três anos. Então o planejamento auxilia nisso. Ele não é um instrumento que engessa o trabalho das pessoas. Pelo contrário, ele é um mapa que dá a perspectiva de tempo sobre o que se tem para fazer”, afirmou Marcelo.




  • BannerLateral30horas-207x114
  • BannerLateralSaudeEvidencias-207x114
  • e-dimensionamento-207x117