12/03/2021

Coren-PI e outras instituições lançam carta de alerta aos gestores piauienses sobre a pandemia

Instituições reforçam a necessidade de lockdown e isolamento social para

Instituições reforçam a necessidade de lockdown e isolamento social para frear colapso na saúde no Piauí

Diante da alta no número de casos de Covid-19 e da lotação de leitos no Estado, o Coren-PI, CRM-PI, OAB-PI e CREFITO-14 assinam carta de alerta aos gestores piauienses. No documento, as instituições reforçam a necessidade de isolamento social e lockdown para conter o colapso do sistema público de saúde no Estado.

Diariamente, números alarmantes são divulgados pelas Secretarias de Saúde e mostram a situação grave do Piauí, causada pela pandemia. Entre eles, o aumento do número de casos, óbitos e a superlotação dos leitos de UTI. Além disso, a circulação de novas cepas do vírus, as quais possuem maior infectividade, ou seja, maior capacidade de contaminar mais pessoas ao mesmo tempo.

De acordo com o Presidente do Coren-PI, Dr. Antônio Neto, apenas o isolamento social poderá evitar o colapso da saúde no Estado. “Nesse momento, necessitamos de medidas mais restritivas para a população, e assim, vamos diminuir o número de óbitos em decorrência da covid-19”, acredita.

As instituições também destacam a fila de espera por um leito de enfermaria ou de UTI Covid no Piauí, que já se aproxima de 100 pessoas. Outro fator importante é escassez de insumos e medicações no mercado, além da dificuldade e limitação para criar leitos na mesma velocidade com a qual os casos se expandem.

Diante da situação atual, admite-se o risco iminente de pacientes não conseguirem assistência nas unidades de saúde e hospitais. Em relação a imunização da população, o ritmo lento da vacinação também é um fator importante. Atualmente, apenas 3,29% da população piauiense foi imunizada, segundo o painel epidemológico Covid-19 da Secretária Estadual de Saúde (SESAPI).

A fila de espera de leitos UTI e o cansaço dos profissionais de enfermagem são fatores que sobrecarregam a situação. “Hoje existe uma fila grande de espera de leitos de UTI, bem como de leitos clínicos de paciente com covid-19. Sem férias há mais de um ano, os profissionais de enfermagem se encontram cansados e sobrecarregados. Dessa forma, necessitamos da compreensão da sociedade nesse momento tão difícil”, conclui o Presidente do Coren-PI.

Confira na íntegra:

NOTA CONJUNTA DE ALERTA À SOCIEDADE E AOS GESTORES PIAUIENSE (1)




  • e-dimensionamento-207x117
  • BannerLateralSaudeEvidencias-207x114